You Tube aqui

Loading...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Oscar Niemeyer


Morreu nesta quarta- feira 05 de dezembro de 2012 às 21h55 de infecção respiratória o grande ícone da arquitetura brasileira Oscar Niemeyer.  Ele estava internado desde 2 de novembro no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. 


Nascido em 15 de dezembro de 1907, no Rio de Janeiro,  Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares  foi considerado o maior arquiteto brasileiro e um dos nomes mais importantes da arquitetura moderna mundial, é admirado no mundo todo,  já foi eleito o 9º  maior importante gênio vivo e recebeu os principais prêmios da área.

Além de ser admirado por sua obra é também famoso pela sua postura política: o velho comunista manteve sua postura durante o exílio no período do regime militar.









"Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein."

Oscar Niemeyer



O enterro acontecerá na próxima sexta-feira, segundo o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes:


O prefeito  do Rio de Janeiro Eduardo Paes anunciou, na noite desta quarta-feira , que o velório de Oscar Niemeyer será realizado  em Brasília, na quinta-feira durante o dia. A cerimônia acontecerá no Palácio do Planalto.
À noite, o corpo voltará ao Rio de Janeiro, e ficará no Palácio da Cidade.  O prefeito afirmou também que o enterro do arquiteto será no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na sexta-feira .

Horas após a confirmação da morte de Niemeyer, o prefeito foi ao Hospital Samaritano, para cumprimentar os parentes do arquiteto.




Sua morte repercutiu em jornais do mundo inteiro:


O jornal espanhol El País : "Morre Niemeyer, o poeta da curva".

O também espanhol o jornal ABC : lembrou o fato de Niemeyer ter projetado os principais edifícios públicos da capital federal brasileira.

O espanhol El Mundo : o classificou como "último símbolo do século XX"

 O argentino Clarín: o chamou de "ícone da arquitetura", foi um dos mais emblemáticos expoentes da arquitetura moderna do século XX.

O jornal americano Wall Street Journal : destacou que ele misturou o "modernismo com a sensibilidade tropical de seu Brasil nativo".

O Washington Post : exalta a investida "ousada e dramática" do desenho em suas obras.

A revista Time, versão digital: enfatizou que Niemeyer encontrou inspiração nas espirais da natureza e "recriou as curvas sensuais do Brasil em concreto reforçado e construiu a capital, Brasília, nos despovoados planaltos centrais como símbolo do futuro da nação".


O inglês The Guardian : o destacou como  "o homem que construiu Brasília".

A BBC:  lembrou  que  Niemeyer sempre foi um grande defensor dos ideais da revolução soviética e se manteve fiel a suas crenças comunistas mesmo após a queda do Muro de Berlim.

O alemão Der Spiegel:    O destacou como o  grande responsável por cunhar o estilo moderno no Brasil.


Em sua página oficial no Facebook, a ONU Brasil:  homenageou Niemeyer e o definiu como um "ser humano que deixará muitas saudades".




Imagens de algumas de suas obras:



 Imagem do Congresso Nacional em Brasília:





Obras na Europa




Catedral de Brasília




A Mão, representa  suor, sangue  e pobreza - No Memorial da América Latina em São Paulo





                                                                                                                                         


                  Até a próxima!!!    Rita De Carli