You Tube aqui

Loading...

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Corujinhas feitas com rolinhos de papel higiênico

Olá pessoal!

Chegou a hora da sessão coruja

Lhes trouxe hoje mais uma postagem da série reciclagem básica:


Estas corujinhas feitas com rolinhos de papel higiênico,  para iluminar um cantinho da estante.

Iluminar sim! Pois as corujas são símbolos de inteligência em muitas culturas.
Não é por acaso que a coruja simboliza a Filosofia e todas as licenciaturas.

Antes das imagens achei por bem trazer-lhes algumas curiosidades sobre elas.

A coruja é uma ave noturna, apreende a escuridão com a inteligência. Fazendo uma analogia da atividade filosófica, da passagem da elaboração mítica, na noite escura do tempo, para a interpretação racional, sob a luz natural.

Ave de estimação de Minerva (deusa romana) ou de Athena (deusa grega)  permanecia sempre em seu ombro e lhe revelava as verdades invisíveis. Essa Coruja tinha o poder de iluminar o lado obscuro da deusa, capacitando-a a perceber toda a verdade e não apenas aquela parcela da verdade que podia discernir sem seu auxílio.Quando a imagem de algum deus aparecia com uma coruja ao lado, este deus era apresentado como portador da sabedoria.Os gregos consideravam a noite como o momento do pensamento filosófico e da revelação intelectual e a coruja, por ser uma ave noturna, acabou representando essa busca pelo saber.

A sabedoria tem olhos grandes , não para cobiçar, mas para ver os detalhes, pois a sua visão deve ser completa, em outras palavras, a sabedoria consiste em ver o que ninguém consegue ver.
            Seu olhar penetra nas trevas, assim como a inteligência penetra na obscuridade das coisas...
 É uma excelente conhecedora dos segredos da noite.

Não é à toa que a grande maioria das pessoas encontra inspiração no silêncio da noite: professores, poetas, músicos, artesãos...




Vamos às imagens:


Ah! Já ia esquecendo, a Mími resolveu nomear as corujinhas de acordo com os nomes de algumas professoras que já teve, por associação de  características que só ela sabe explicar ...

 Pró Fayga (Era assim que chamava a professora que teve em Salvador - BA)



Tia Lili (A primeira professora em São José do Norte - RS)



Professora Patrícia (A atual professora em Recife - PE)



Coordenadora Rose (A atual coordenadora em Recife - PE)




Popularmente associada também às mães, avós e tias  superprotetoras.




E para finalizar, deixo de bônus a reciclagem que a Mími fez  ( ainda falta pintar), e que ela chamou  Constelação Millena, que por acaso tem a ver com a noite assim como as corujas
                                                                



                                                       Constelação Millena



          Até a próxima!!!!              Bjks, Rita De Carli

domingo, 5 de agosto de 2012

Embalagem de amaciante vira brinquedo

Sempre que possível procuro reciclar objetos...

Quando não estou inspirada busco inspiração na net.

Outro dia, minha filha (8 anos) e eu vimos uma casinha  feita com embalagem de amaciante, ela adorou e pediu que fizesse uma igual.

A que nós vimos não tinha o PAP mas também não é difícil imaginar, eu só não sabia como pintar, porque com canetinha hidrocor comum a tinta iria sair. Por coincidência fui fazer compras no Maxxi Atacado e encontrei uns marcadores permanentes coloridos, foi a solução que faltava.

Tomei coragem e parti para o feito.

Materiais: Uma embalagem de amaciante limpa e seca, estilete, marcadores permanentes coloridos, um pedacinho de tecido minúsculo para a toalhinha de mesa e imaginação

Como fazer:  É só desenhar as aberturas e cortar por cima com o estilete, algumas  eu deixei a parte de baixo sem cortar para fazer a mesa e os bancos, desenhei  as imagens muito mal mas foi o que consegui, pintei, coloquei a toalha na mesa e as bonequinhas sentadinhas. Ah! tinha uma graminha de EVA que já ia para o  lixo e eu resolvi aproveitar.

Prontinho, eis o resultado:








Fiz quando ela estava dormindo, adoro trabalhar à noite...
No outro dia quando ela acordou, ficou muito contente!!! Parecia que eu tinha comprado o Castelo da Barbie.
Fico feliz porque ela valoriza os brinquedos reciclados tanto quanto os comprados, sem falar que muitas vezes ela mesma cria alguns brinquedos usando sucata.

E vocês o que acharam?


Até a próxima!!!                                       Bjks, Rita De Carli